Mestrado em Economia

Contacte-nos
Candidate-se

Língua

Português ou Inglês

Propinas*

1.500€ / ano

Horário

Predominantemente diurno

Duração

2 anos

* Propinas em vigor no ano letivo 2022/23 (estudantes de nacionalidade portuguesa ou da UE). Saiba mais aqui.

O Mestrado em Economia da FEP oferece, em continuidade, formação em Ciências Económicas destinada, em particular, a estudantes recém-licenciados (ou com grau equivalente no estrangeiro) nas áreas de Economia, Finanças e Gestão. Tem como principal objetivo reforçar a formação de base em Economia através do aprofundamento da teoria económica e dos instrumentos de análise económica, complementando com uma especialização de nível intermédio em áreas de aplicação da Economia. Desta forma, permite preparar os estudantes para a prossecução de carreiras profissionais exigentes e para o acesso a programas de investigação científica / doutoramento. Destacam-se, na FEP, os seguintes meios para a prossecução daquele objetivo:

  • rigor na organização e no ensino, combinado com flexibilidade do plano de estudos, permitindo aprofundar os conhecimentos nucleares e, simultaneamente, diversificar as possibilidades de aplicação e especialização. Nesse sentido, o plano de estudos de cada estudante é baseado num conjunto de percursos tipificados que estabelece um corpo coerente de formação de 2º ciclo nuclear em Economia, complementada com áreas de aplicação e especialização;
  • possibilidade de prosseguir o curso em português ou na variante em inglês (English track), podendo combinar unidades curriculares de ambas as variantes, ou ainda integrar o programa internacional QTEM (cujas candidaturas são apenas acessíveis aos estudantes que adotem o English track);
  • qualidade, experiência e dedicação do corpo docente, das instituições de investigação científica e dos serviços de apoio;
  • disponibilidade de meios bibliográficos e de bases de dados, fundamentais para o estudo e investigação em Economia e áreas afins;
  • programa de seminários, que expõe os estudantes a temas e palestrantes (internos e externos à FEP) que fazem a ponte entre a academia e as empresas/mercados/instituições;
  • programa estruturado de estágios curriculares, com instituições de particular incidência na análise económica e com empresas e organizações capazes de enquadrar uma experiência preliminar de trabalho;
  • tutoria individual, na definição do plano de estudos individual e na preparação da dissertação ou do relatório de estágio;
  • profissionalismo e empenho na orientação de carreira e da abordagem ao mercado de trabalho.

Anabela Carneiro
Diretora do Mestrado em Economia

Mestrados > Mestrado em Economia

O plano de estudos do Mestrado em Economia pode ser consultado aqui (curso em português) ou aqui (English track).

Mestrados > Mestrado em Economia

Destinatários

O Mestrado em Economia da FEP oferece, em continuidade, formação em Ciências Económicas a estudantes recém-licenciados (ou com grau equivalente no estrangeiro) nas áreas de Economia, Finanças e Gestão, ou em áreas afins.

Perfil do estudante

Perfil dos estudantes Mestrado em Economia

Mestrados > Mestrado em Economia

Oportunidades de carreira

Com uma sólida formação teórica e prática, os diplomados do Mestrado em Economia estão habilitados a prosseguir carreiras profissionais ou académicas exigentes em instituições públicas ou privadas, nacionais ou internacionais, tais como:

  • Instituições financeiras
  • Entidades reguladoras
  •  Entidades auditoras e consultoras
  •  Empresas não financeiras
  •  Organismos da administração pública central ou local
  •  Organismos económico-financeiros internacionais
  •  Organizações não governamentais
  •  Instituições de ensino e investigação, etc.

Mestrados > Mestrado em Economia

Rankings

O Mestrado em Economia foi distinguido com a 26.ª posição do Eduniversal Best Masters Ranking 2021 dos melhores programas da Europa Ocidental na área de Economia.

Mestrados > Mestrado em Economia

Testemunhos

Diogo Sena Cardoso
Diogo Sena Cardoso

“Na minha opção pelo Mestrado em Economia da FEP pesaram sobretudo três fatores: a faculdade (dada a forte reputação no mercado de trabalho e o valor do corpo docente), a flexibilidade do programa curricular (significando a possibilidade de escolher disciplinas próximas dos nossos interesses, mas também outras que simplesmente suscitem curiosidade), e, por último, a vasta lista de estágios curriculares (tanto em empresas do setor privado como em instituições públicas). A minha experiência confirma estas mais-valias e leva-me a concluir que o Mestrado em Economia da FEP valoriza o perfil individual de cada aluno, pois são as suas escolhas/preferências que, no fundo, moldam o caminho que vai ser percorrido em 2 anos de grande aprendizagem..”

Catarina Martins
Catarina Martins

“The Master in Economics at FEP was the obvious choice for me not only because of the recognized excellence of the Faculty, but also because the Master allows each student to personalize his/her pathway according to the areas of personal interest. Additionally, as a student of the ME, I applied to the QTEM programme, which was definitely a plus due to its international exposure. Overall, my academic journey as a Master student at FEP integrated in the QTEM gave me a broader understanding of Economics while also preparing me to face future professional challenges, since throughout these two years I could explore different subjects under various perspectives while also acquiring important quantitative tools, which are key in today’s world.”

José Verónico
José Verónico

“O Mestrado em Economia (ME) é um programa que possuí dois pontos que para mim foram muito importantes: a flexibilidade na escolha do plano de estudos e a qualidade reconhecida dos conteúdos lecionados. O primeiro ponto é importante pois permite a escolha de um percurso ajustado a uma entrada num ambiente mais especializado, empresarial ou académico, conforme os objetivos pessoais. O segundo ponto garante a qualidade da formação independentemente da escolha. No meu caso, o contacto com unidades curriculares especializadas na área da economia motivou-me a prosseguir os meus estudos e inscrever-me no Doutoramento em Economia. Para além disso, a exigência que senti no mestrado, assim como a qualidade dos conhecimentos adquiridos no ME facilitou a adaptação a um grau académico de maior exigência.”

Marina Teixeira
Marina Teixeira

“O Mestrado em Economia (ME) na FEP foi a minha escolha, não só por ser reconhecido pela sua excelência e pela qualidade da docência, mas também pela flexibilidade que propicia na definição do plano de estudos. Assim, cada aluno pode construir um percurso adaptado aos seus interesses ao mesmo tempo que reforça a formação de base em Economia. Paralelamente, o ingresso no ME permitiu-me desenvolver um estágio curricular no Banco de Portugal, fomentando o desenvolvimento de competências que só em contexto real de trabalho se adquirem. Dois anos mais tarde, estou convicta de que este foi o melhor caminho a seguir, uma vez que revelou ser uma experiência enriquecedora a todos os níveis.”

Liliana Silva
Liliana Silva

“Uma das principais vantagens do Mestrado em Economia (ME) passa pela sua extrema flexibilidade ao nível do plano de estudos – o que me permitiu moldar o meu processo de aprendizagem à medida daquilo que eram os meus interesses e lacunas de conhecimento. Contudo, falar do ME implica falar do corpo docente que lhe está associado e que se caracteriza pela sua dedicação extrema e excelência – permitindo excelentes condições para um processo de aprendizagem coeso.
Para além de tudo isto o ME da FEP estimula o contacto dos estudantes com o mercado de trabalho funcionando, por isso, também, como uma rampa de lançamento para o mesmo.
O meu percurso no ME permitiu-me experienciar um ambiente desafiador que contribuiu para o desenvolvimento dos meus conhecimentos na área da economia, bem como para o desenvolvimento de um conjunto de capacidades pessoais que considero essenciais.”

Mestrados > Mestrado em Economia

Outras informações

Pode aceder a esta informação aqui.

Pode aceder a esta informação aqui.

Pode aceder a esta informação aqui.

Dissertações

EU Fiscal Mechanisms to Face the COVID-19 Economic Crisis – Characterization and Assessment
Daniel José Reis Loureiro
Orientadores: Ana Paula Ferreira Ribeiro (FEP) e Vítor Carvalho (FEP)

State-Aids and Credit: Evidence from Portugal during COVID-19
Daniela Dias Costa
Orientadores: Manuel Duarte Rocha (FEP) e Emma (Sujiao) Zhao (Banco de Portugal)

Can Tourism Development Reduce Poverty and Income Inequality in Low- and Middle-Income Countries?
Manuel Miranda Reis
Orientadores: Isabel Mota (FEP) e Luís Delfim Santos (FEP)

Inflação Baixa na Área do Euro: Uma Análise Compreensiva a partir de Diferentes Teorias
Nuno Miguel de Melo Machado
Orientador: Manuel M. F. Martins (FEP)

Publicações

Gil, Pedro M., e Iglésias, Gustavo (2020), “Endogenous Growth and Real Effects of Monetary Policy: R&D and Physical Capital Complementarities”, Journal of Money, Credit, and Banking, 52(2):1147-1197.

Carvalho, João B., e Costa, José (2020), “O Impacto do Metro do Porto nos Preços Imobiliários: Uma Reavaliação”, Revista Portuguesa de Estudos Regionais, 53: 89-108.

Gil, Pedro M., Almeida, André, e Castro, Sofia (2017), “Rich Transitional Dynamics, Physical Capital and Technology Intensity”, Oxford Economic Papers, 69(3): 678-706.

Soares, Luísa, e Chaves, Cristina (2017), “Sustainability and the Firm – From the Global to the Corporate Ecological Footprint”, in Zacher, L. W. (Ed.), Technology, Society and Sustainability: Selected Concepts, Issues and Cases, Springer: 397-423.

Barbosa, Diogo, Carvalho, Vítor, e Pereira, Paulo J. (2016), “Public Stimulus for Private Investment: An Extended Real Options Model”, Economic Modelling, 52: 742-748.

Ribeiro, Ana P., Silva, Sandra T., e Guimarães, Duarte (2016), “Macroeconomic Fundamentals of Poverty and Deprivation: An Empirical Study for Developed Countries”, European Journal of Development Research, 27: 37–66.

Almeida, Álvaro, e Cima, Joana (2015), “Demand uncertainty and hospital costs: an application to Portuguese public hospitals”, The European Journal of Health Economics, 16(1): 35-45.

Garrido-da-Silva, Liliana, Castro, Sofia, e Vasconcelos, Paulo B. (2015), “Discrete dynamics for the core-periphery model”, Spatial Economic Analysis, 10(1): 36-51.

Relatórios de projeto e estágio

Proposta de indicadores económico-financeiros para sociedades não financeiras por atividade económica
Inês Carvalho Forte
Estágio: Instituto Nacional de Estatística
Orientador: Maria Teresa Bianchi (FEP)

The value relevance of individual and consolidated statements: a comparison for the Portuguese listed firms
Luís Eduardo Fernandes Honrado
Estágio: Banco de Portugal, Central de Balanços
Orientador: Margarida Mello (FEP)

Preços de Transferência: a questão do Country-by-Country Reporting
Marta Isabel Faria Pinto
Estágio: KPMG, Departamento de Preços de Transferência
Orientador: José Mendes Almeida (FEP)

Estimação do custo direto unitário do internamento de indivíduos que sofrem de doenças do foro mental em Portugal
Miguel Maria de Sousa Santos Andrade Leite
Projeto: One.Cost, Laboratório de Investimento Social e Fundação Calouste Gulbenkian
Orientador: Nuno Sousa Pereira (FEP)

Competitiveness: the role of FDI and structural change
Rita Torres Pinto
Estágio: aicep Portugal Global
Orientadores: Isabel Mota (FEP) e Sandra Silva (FEP)

Dinâmica dos preços de habitação em Portugal – os fatores fundamentais do mercado de habitação
(distinguida em 2020 com o Prémio André Jordan Edição 2020 – Categoria de Dissertações de Mestrado)
Ana Luísa Mesquita Fernandes
Orientador: José Costa (FEP)

Determinantes do incumprimento soberano: o papel do contágio – uma aplicação à Área Euro
(distinguida em 2020 com uma menção honrosa do júri Prémio Jacques Delors 2020)
Diana Raquel Santos Silva
Orientadores: Vítor Carvalho (FEP) e Ana Paula Ribeiro (FEP)

Firms’ Earnings Management and Loan Outcomes
(distinguida em 2020 como uma das 10 melhores teses de mestrado em economia elaboradas em universidades portuguesas, parceria entre a Fundação Francisco Manuel dos Santos e o Banco de Portugal)
Catarina Silva Martins
Orientadores: José Jorge (FEP) e Sujiao (Emma) Zhao (Banco de Portugal)

Exporter Firms Behaviour, Evidence from Portuguese Firms using Microdata
(distinguida em 2018 como uma das 15 melhores teses sobre economia portuguesa, parceria entre a Fundação Francisco Manuel dos Santos e o Banco de Portugal)
Luís Pedro Manso Machado
Orientador: Paulo Guimarães (FEP) 

A Ideologia Política e o Desempenho Económico à Escala Local – Uma Avaliação no Contexto dos Municípios Portugueses
(distinguida em 2018 como uma das 15 melhores teses sobre economia portuguesa, parceria entre a Fundação Francisco Manuel dos Santos e o Banco de Portugal)
Nathalie Figueiredo Lameiras
Orientador: Maria Manuel Pinho (FEP)

Impacto das Políticas Macroeconómicas na Pobreza em Países em Desenvolvimento
(distinguida em 2018 com o prémio Leonor Vasconcelos Ferreira, parceria entre a FEP, Associação Portuguesa de Economia Política e Associação Portuguesa de Economia da Energia, 1º prémio)
Luciana Isabel Ribeiro da Silva
Orientador: Aurora Teixeira (FEP)

A Incidência da Pobreza de Baixos Salários em Portugal
(distinguida em 2018 com o prémio Leonor Vasconcelos Ferreira, parceria entre a FEP, Associação Portuguesa de Economia Política e Associação Portuguesa de Economia da Energia, menção honrosa)
Ana Margarida de Oliveira Fernandes
Orientadores: Isabel Mota (FEP) e Anabela Carneiro (FEP

Behavioural Economics and Tax Compliance – The role of identifiability, geographical distance and social norms on tax compliance: an experimental study
(distinguida em 2016 como uma das 15 melhores teses sobre economia portuguesa, parceria entre a Fundação Francisco Manuel dos Santos e o Banco de Portugal)
Joana Manuela Sá Paiva Loureiro
Orientadores: Teresa Proença (FEP), Carlos Mauro e Eva Oliveira

O Prémio Salarial dos Recém-Licenciados em Ciências Económicas e Empresariais: pós-Crise e pós-Bolonha
(distinguida em 2016 como uma das 15 melhores teses sobre economia portuguesa, parceria entre a Fundação Francisco Manuel dos Santos e o Banco de Portugal)
Rita Cunha Neves
Orientador: Anabela Carneiro (FEP) 

Candidatura

Edital de Candidatura
Adenda ao Edital

A FEP pode ser a sua próxima casa!

Contacte-nos

A FEP pode ser a sua próxima casa!

Candidate-se
Contacte-nos